Questionário “Sistema Agrometeorológico de Apoio à Decisão para o Centro e Oeste de Portugal (SADAGRO - Centro e Oeste de Portugal)

Introdução

Apesar da muita informação de tempo e clima, com produtos especializados para a agricultura, que são difundidos para a Região Centro e Oeste, continua a haver, a nível regional, informação dispersa e aspectos da relação tempo/clima com as culturas agrícolas, que ainda não estão suficientemente cobertas.

Assim, parece justificar-se o lançamento de um Projecto de Demonstração a designar por “Sistema Agrometeorológico de Apoio à Decisão para o Centro e Oeste de Portugal (SADAGRO - Centro e Oeste de Portugal) ”, que tem como objectivo gerar produtos especializados para apoio à agricultura, complementares aos já existentes, tendo como principio não duplicar informação e produtos difundidos por outros organismos.

O SADAGRO – Centro e Oeste de Portugal, será um Projecto de Demonstração a ser desenvolvido por uma parceria integrando:

- CERNAS (Centro de Estudos de Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade) da Escola Superior de Agronomia de Coimbra (ESAC/IPC);

- O DREAMS (Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Investigação em Ambiente, Gestão Aplicada e Espaço) da Universidade Lusófona;

- A Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola – FUNDAG, Campinas, Brasil;

- A empresa Meteo Portugal, Lda;

- The Berry Project;

- COTHN (Centro Operativo e Tenológico Hortofrutícola Nacional).

Uma possível estruturação do Projecto de Demonstração SADAGRO - Centro e Oeste de Portugal será em módulos integrando:

  1. A criação de uma Rede Integrada de Monitorização Agroclimática;

  2. A Operacionalização de um Modelo Regional de Tempo para gerar produtos de previsão ajustados às condições locais direccionados para a agricultura;

  3. Sistema de Informação Agrometeorológica (SIA);

  4. Identificação de risco de incêndio florestal e de medidas de adaptação e de redução do risco;

  5. Tratamento e utilização do solo, como medida de adaptação às alterações climáticas, para produção de Hortofrutícolas na Região do Centro e Oeste numa perspectiva rentável e sustentável;

  6. A produção de Cenários, Impactos e Riscos Climáticos para a agricultura da Região Centro e Oeste;

  7. Desenvolvimento de programas de visualização para, produtos e informação, gerados no projecto, serem disponibilização numa página web.

E poderá disponibilizar informação específica e produtos agrometeorológicos como por exemplo:

- Parâmetros climáticos armazenados numa base regional de dados climáticos; acessadas via Web;

- Produtos de previsão meteorológica regional gerados a partir de modelos atmosféricos que assimilem dados de uma rede de observação regional em que o distanciamento entre EMAs preferencialmente não seja superior a 10Km;

- Previsão de fenómenos adversos (temperaturas extremas, chuva intensa, geada, granizo, vento forte, etc, a partir de modelos conceptuais ajustados às condições locais;

- Cenários Climáticos com Identificação de sinais climáticos a esperar para Região do Centro e Oeste, partindo de projecções do clima futuro, produzidas por modelos regionais de clima;

- Informação sobre técnicas de utilização do solo numa perspectiva rentável e sustentável e como medida de adaptação às alterações climáticas;

- Análise de risco climático para diferentes culturas e medidas de adaptação mais ajustadas;

- Balanço hídrico diário por cultura;

- Índices agrometeorológicos para acompanhamento do desenvolvimento das culturas, tendo em atenção a informação da temperatura (graus-dia), bem como do índice de precipitação padronizado (SPI);

- Análise do risco de incêndio florestal e medidas de adaptação e redução do risco;

- Zonagem de culturas e perspectiva da sua evolução temporal associado ao risco climático previsto;

- Avaliação, gestão de risco e previsão de colheitas para as principais culturas;

Através do presente questionário pretende-se avaliar se o sector agrícola (Empresas, Cooperativas, Associações, etc) considera haver esta necessidade e, em caso de resposta positiva, obter contribuições sobre os produtos que devam ser incorporadas no Sistema a estabelecer.

Assim, solicitamos a sua colaboração para responder às seguintes questões: